© 2017 por Célio Furtado.

Praça Claudio Gervásio Furtado, 226 - Centro

Cuité / Paraíba

  • Facebook Clean
  • Twitter Clean

Um artista do pincel e do óleo! É com essa técnica que o paraibano Célio Furtado pinta praticamente todos os dias, desde 1986, quando realizou a primeira exposição em Campina Grande, e descobriu que a pintura, a partir dali, iria lhe dar prazeres, mas, em contrapartida, faria cobranças e lhe mostraria desafios.  E foram muitos... Logo Célio entendeu o significado da frase: “ - A repetição é a mãe do estudante!” Por isso, muitas vezes pinta até à exaustão.

Estudou Belas Artes no Rio de Janeiro, Arte Contemporânea em Londrina, Pintura Acadêmica em Recife e Brasília. Realizou exposíções em diversas cidades do País, inclusive em João Pessoa.

Em 2010, desenvolveu o projeto "Pintando na Cidade", aprovado pela Funjope (Fundação Cultural de João Pessoa), cuja proposta seria pintar os casarões do Centro Histórico da cidade. As pinturas seriam divulgadas através de um calendário e de uma exposição.  

Um rótulo de sua pintura são as cores terrosas e os tons envelhecidos. As inúmeras horas de trabalho já lhe renderam mais de dois mil quadros espalhados pelo Brasil e países como França e Espanha. 

O artista é autor do estilo Clássico-contemporâneo, onde o Renascimento e o Moderno se fundem e se completam.  Explora variadas temáticas, desde o retrato ( como exemplo a pintura recente do Governador Ricardo Coutinho, cujo vídeo ganhou centenas de compatilhamentos nas redes sociais), até a paisagem e casarios.  Além de artista plástico, Célio é jornalista e escritor. Recentemente escreveu e publicou o romance  A Outra Margem do Rio, história inspirada em sua própria vida. 

“A arte limpa da alma a poeira da vida.” 

Pablo Picasso